Teosofia Prática – Da Vontade própria


  1. Mas, atualmente, tu estás numa forma de Anticristo, e tu odeias a Luz, porque as tuas obras são más.

    É a tua própria Vontade irascível, criatural, que te faz perverso e condenável, e não é Deus;

    é ela que te faz caminhar e agir segundo as suas leis, que te torna desobediente ao Espírito de Deus, e que te impede de seres o noivo da celeste Sofia.
  2. Mas que faz de ti um humanimal pessoal, que vive segundo o teu prazer e as tuas comodidades da vida carnal exterior, sem cruz nem oposição, que não chama nada por Cristo, que não sente nem fome nem sede pela presença celeste, e que corre sem cessar atrás das honras e da fortuna.

[ Anterior ] [ Índice ] [ Anterior ]


Início » Textos » Prática » Ser humano natural » Da Vontade própria

Teosofia Prática – Da alma de Fogo


  1. Os sinais dos planetas representam a roda da Natureza exterior, o corpo Sidérico que se enrola nele próprio, mesmo até dentro do sol.

    Em volta do sol, há uma serpente, que é o Diabo no Spirutus Mundi, o qual se insinua na nossa forma de vida terrestre, até ao sol. 1
  2. O círculo ou Globo que está em volta do sol representa o mundo da Luz que está escondido.
  3. E o Globo escuro desenhado por baixo, indica a alma de Fogo ou a Cólera de Deus. 2
  4. Se esse Globo estivesse iluminado pelo fogo do Amor divino, e se ele produzisse uma luz clara no mais profundo do coração, a velha serpente, Satanás, seria precipitado na Treva.
  5. E tu serias um ser humano angélico regenerado, um filho da Luz que combateria a carne e o sangue, o Diabo e o mundo, que crucificaria a vontade própria com todas as suas obras, e que seguiria Cristo na sua regeneração.

Notas
  1. Na Figura 1. [ ]
  2. Na Figura 2. [ ]

[ Anterior ] [ Índice ] [ Seguinte ]


Início » Textos » Prática » Ser humano natural » Da alma de Fogo