Teosofia Prática – Das desculpas da alma


  1. Essa Vontade dá, pelas suas falsas convulsões da carne, tanta humidade ao Fogo da Alma, que ele é abafado e não consegue consumir-se no amor divino.
  2. Se Deus a chama, pelos seus filhos regenerados e pelos seus alunos, para a penitência e a conversão, se a presença do Senhor lhe é anunciada, ela desculpa-se dizendo que recebeu uma outra missão pela qual Deus realizará as Suas maravilhas.
  3. Os membros do corpo, diz ela, não são um todo único, eles são capazes de uma quantidade de movimentos, e cada um realiza a sua função particular.
  4. Ela encerra-se em si, e fecha à voz divina as portas da alma, afim de que ela não seja ouvida no seu repouso e no seu regime físico.

[ Anterior ] [ Índice ] [ Seguinte ]


Início » Textos » Prática » Ser humano natural » Das desculpas da alma